O MEDO QUE A ELITE TEM DO POVO É MOSTRADO AQUI

A Universidade de Coimbra justificou da seguinte maneira o título de Doutor Honoris Causa ao cidadão Lula da Silva: “a política transporta positividade e com positividade deve ser exercida. Da poesia para o filósofo, do filósofo para o povo. Do povo para o homem do povo: Lula da Silva”

Clique na imagem abaixo e conheça o "Quem tem medo da democracia?" - sucessor deste blog

Clique na imagem abaixo e conheça o "Quem tem medo da democracia?" - sucessor deste blog
Peço que, quem queira continuar acompanhando o meu trabalho, siga o novo blog.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Enfim, o impeachment a Lula

“Mas... e se o Lula ganhar o Prêmio Nobel?”


Ora! E daí? Tanto faz se ganhe ou não! Nem é preciso que ganhe, pois só o fato de ser indicado já seria grande motivo se motivos maiores não houvesse para justificar aos néscios e incapazes, o tão ardente desejo de dar um impeachment no Lula.

Por Raul Longo (*)

Auspiciosos deuses e deusas de minha predileção garantem que Lula não morrerá tão cedo. Ainda há muito a fazer e não lhe querem em descanso.

Mas se morresse, Lula seria o primeiro impeachment post-mortem da história da humanidade, tal o rancor dos néscios e incapazes meramente munidos de preconceitos. Não viram o programinha obrigatório do FHC?

Alguma proposta de expandir mais as conquistas sociais do governo Lula? Alguma sugestão de onde aplicar os recursos econômicos resgatados do Brasil deficitário e multiplicados pelo governo Lula? Ao menos uma ideia de aproveitamento da imagem externa do Brasil que evoluiu da mais desqualificada a uma das mais importantes identidades nacionais do mundo?



Não. Nada! Aliás, como já era de se esperar e reafirmando o invariável estilo pessoal e corporativo, mais uma vez o professor não vem a público para propor outra coisa que não seja o impeachment de Lula que sequer presidente não mais é. Apenas um cidadão de São Bernardo do Campo.

Se os vizinhos do FHC ainda o tivessem em algum crédito e nele reconhecessem alguma liderança, Higienópolis varreria São Bernardo do mapa e São Paulo teria apenas o ACD. Sem o B. Ou por B se subentenderia crianças deformadas por explosão atômica.

Mas esse ódio, essa sede e baba de vingança, não é uma exclusividade do FHC. Há outros que jamais perdoarão Lula pela indústria brasileira bater recordes de produção do último quarto de século, a despeito da maior crise internacional dos últimos 90 anos, da concorrência da China e da manutenção da soberania brasileira sem abjeção subserviente aos desígnios imperialistas da Europa ou Estados Unidos.

Ah, não! Como os tantos títulos acadêmicos haverão de perdoar um operário, não mais que torneiro mecânico, que se mete a resgatar metade da população historicamente miserável, elevando um salário mínimo tradicionalmente abaixo do mínimo necessário para a sobrevivência?

Depois de promover crônico surto de desemprego, como aceitar a criação da maior oferta de empregos em todas as áreas, inclusive especializadas, de que já se teve notícia na história?!!!!

Só mesmo com impeachment! Não importa se já não é Presidente! Não importa se praticamente a totalidade do eleitorado ainda o tem como o melhor Presidente da história do Brasil! Não importa se o mundo o reconhece como o mais popular Presidente de todos os tempos, em qualquer hemisfério!

Importante, agora, é se conseguir aquele impeachment tão especulado, tão ardorosamente desejado, tão cooperativamente arquitetado, trabalhado, insistido. Um imenso esforço através de alianças corruptas e compra de testemunhos de secretárias, canastrões, chantagistas, rufiões, politiqueiros, laranjas, policiais, integrantes do crime organizado e ladrões de galinha; mesclados aos tradicionais e experientes mentirosos e estafadores da política, da mídia e demais poderes.

Há quem se pergunte: “Mas... e se o Lula ganhar o Prêmio Nobel?”

Ora! E daí? Tanto faz se ganhe ou não! Nem é preciso que ganhe, pois só o fato de ser indicado já seria grande motivo se motivos maiores não houvesse para justificar aos néscios e incapazes, o tão ardente desejo de dar um impeachment no Lula.

Sim, claro! A qualquer outro, o fato de ser o primeiro presidente, quiçá o primeiro político brasileiro a ser indicado ao Nobel, certamente o mais cotado ao principal prêmio internacional; então se teria de considerar a vergonhosa repercussão mundial de tal decisão; pois seria como a Academia Brasileira de Letras expurgar a memória de Machado de Assis e em seus portais promover a queima de exemplares das obras do Mestre. O Santos Futebol Clube ou a CBF proibir a aproximação de Pelé a menos de 500 metros de suas dependências.

Mas o Lula? Luís Ignácio Lula da Silva? O torneiro mecânico?

A qualquer outro presidente da república que, por ventura, algum dia venha a merecer a mesma distinção de ser indicado ao Nobel da Paz, qualquer intenção de revogar uma sua decisão, por certo será motivo suficiente de se revogar o cargo do revogante. Mas no caso pouco importa se a mais importante corporação capitalista internacional o tem como Estadista Global, apesar de ser, reconhecida e assumidamente, socialista. Talvez o único socialista tão homenageado e elogiado por todos os estadistas e instituições das mais diversas linhas de esquerda ou direita.

Quê importa se é um consenso mundial? Pouco importa se os mais tradicionais e destacados veículos de imprensa dos principais países do mundo o tenham homenageado como nunca antes outras lideranças políticas do planeta o foram.

Quê interessa se nunca outro brasileiro foi tão distinguido?

Importante é, enfim, se conseguir o impeachment do Lula, nem que seja para atender aos caprichos de um dirigente execrado pelo próprio povo, ridicularizado em todos os países e por toda a civilização humana como proxeneta, pedófilo, desqualificado para o cargo e mafioso.

Ou nem isso interessa.

Na verdade, entre Cezar Peluso e Cesare Battisti pouco se dá como cada um passará a história e à qual caberá o pejo de vergonhosa memória. Não interessa sequer a vergonha de todos os brasileiros perante o mundo ou o julgamento da justiça brasileira pela comunidade internacional.

Importante é, enfim, cavarem um impeachment ao Lula!

*Raul Longo é jornalista, escritor e poeta. Mora em Florianópolis (SC), onde mantém a pousada “Pouso da Poesia“. É colaborador do blog “Quem tem medo do Lula?”.

Um comentário:

jardel disse...

Realmente o Lula assustou o mundo conservador. Quando surgiu o Lech Valessa este mundo acabou com ele com agrados e ele se prostituiu. E o Lula manteve sua postura em todos os 30 anos. E sempre afirmou: "que não duvidem da capacidade de luta da classe trabalhadora". Praticou isto em toda sua trajetória. Incomodou mesmo. Agora ficou plantado e bem plantado como uma semene bem palntada em sólo árido que bastou adubar. A luta continua companheiros.
Jardel Lopes
Coronel Fabriciano/Minas Gerais

Postar um comentário

Este blog não está subordinado a nenhum partido. Lula, como todo ser humano, não é infalível. Quem gosta dele (assim como de qualquer pessoa), tem o dever de elogiá-lo sem nunca deixar de criticá-lo. ---------------------------------------------------------------------------------------------------- Todas as opiniões expressas aqui, em conteúdo assinado por mim ou pelos colaboradores, são de inteira responsabilidade de cada um. ----------------------------------------------------------------
Comentários são extremamente bem-vindos, inclusive e principalmente, as críticas construtivas (devidamente assinadas): as de quem sabe que é possível e bem mais eficaz criticar sem baixo calão. ----------------------------------------------------------------------------------------------
Na parte "comentar como", se você não é registrado no google nem em outro sistema, clique na opção "Nome/URL" e digite seu nome (em URL, você pode digitar seu site, se o tiver, para que clicando em seu nome as pessoas sejam direcionadas para lá, mas não é obrigatório, você pode deixar a parte URL em branco e apenas digitar seu nome).-----------------------------------------
PROCURO NÃO CENSURAR NADA, MAS, POR FAVOR, PROCUREM NÃO DEIXAR COMENTÁRIOS ANÔNIMOS. NÃO PODEMOS NOS RESPONSABILIZAR PELO QUE É DITO NESSES COMENTÁRIOS.

Att,
Ana Helena Tavares - editora-chefe

Creative Commons License
Cite a fonte. Todo o nosso conteúdo próprio está sob a Licença Creative Commons.

Arquivo do blog

Contato

Sugestões podem ser enviadas para: quemtemmedodolula@hotmail.com
diHITT - Notícias Paperblog :Os melhores artigos dos blogs